A INTERNACIONALIZAÇÃO DOS CAMPEONATOS DE E-SPORTS E OS IMPACTOS NAS ECONOMIAS QUE INVESTEM NO SETOR

Carlos Augusto Godeiro Candal, Ana Carolina de Oliveira Assis

Resumo


Este artigo tem como objetivo fazer uma análise bibliográfica dos E-sports como um fenômeno das relações internacionais contemporâneas e como eles podem ser objeto de interesses econômicos dos Estados que veem no segmento de E-sports um mercado para obter vantagens e ganhos financeiros. Os E-sports começaram em 1980 com várias competições de jogos em locais dos Estados Unidos, o que ocasionou no surgimento de um novo tipo de Esporte, o Esporte Eletrônico, também chamado de “E-Sport”. Justifica-se este artigo devido ao interessante crescente da sociedade no tema, como também no estudo do E-Sport como novo segmento de mercado. A abordagem da Nova economia será utilizada como suporte teórico, uma vez que ela serve para explicar como as novas tecnologias podem beneficiar as economias dos Estados que investem nesse segmento de mercado da Internet. A metodologia utilizada é qualitativa e utiliza-se da revisão bibliográfica e apoio em dados quantitativos. Por fim, conclui-se que para além de incentivar a criação novas empresas e seus lucros, o mercado de E-Sport também influencia a economia de países como a China e a Coréia do Sul.

Texto completo:

PDF.

Referências


Boutie Gaming. The History and Evolution of Esports. 2018. Disponível em: https://medium.com/@BountieGaming/the-history-and-evolution-of-esports-8ab6c1cf3257 - Acesso em: 26 de maio de 2019

Bugni Costa, Rafael. Brasil cada vez mais se consolida como potência global do cenário de eSports. 2019. Disponível em: https://www.torcedores.com/noticias/2019/02/brasil-ocupa-13a-colocacao-no-ranking-dos-paises-que-mais-movimentam-industria-de-games-e-e-sports-e-atrai-eventos-e-empresas-internacionais. Acesso em 21 de junho de 2019

Burnett, Robert; Marshall, David P. Web theory: an introduction. London: Routledge, 2003.

Carter, Dougherty. Teenage Gunman Kills 15 at School in Germany. 2009. Disponível em: https://www.nytimes.com/2009/03/12/world/europe/12germany.html. Acesso em: 27 de maio de 2019.

Castells, Manuel. A sociedade em rede. São Paulo: Paz e Terra, 1999.

Consolazio, Dave. The History of Esports. 2018. Disponível em: https://www.hotspawn.com/the-history-of-esports/. Acesso em: 26 de maio de 2019.

Correio Braziliense. Esportes eletrônicos, uma paixão mundial que rende milhões aos jogadores. 2015. Disponível em: https://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/tecnologia/2015/08/13/interna_tecnologia,494534/esportes-eletronicos-uma-paixao-mundial-que-rende-milhoes-aos-jogador.shtml. Acesso em: 1 de junho de 2019

ESPN. MSI: O Brasil é bom no futebol, e a Coreia no eSport', diz Bang. 2015. Disponível em: http://www.espn.com.br/noticia/695209_msi-o-brasil-e-bom-no-futebol-e-a-coreia-no-esport-diz-bang. Acesso em: 25 de maio de 2019

Fox, Jesse; Tang, Wai Yen. Women’s experiences with general and sexual harassment in online video games: Rumination, organizational responsiveness, withdrawal, and coping strategies. New Media & Society, [s.l.], v. 19, n. 8, p.1290-1307, 8 mar. 2016. SAGE Publications.

Hartley, John. Communication, cultural and media studies: the key concepts. London: Routledge, 2002.

Kelly, Kevin. Novas regras para uma nova economia. Rio de Janeiro: Editora Objetiva, 1999.

Leonbutcher. A surpreendente cultura de E-sports da Coreia. 2014. Disponível em: https://br.leagueoflegends.com/pt/news/esports/esports-editorial/surpreendente-cultura-de-esports-da-coreia. Acesso em 27 maio de 2019

Lol Gamepedia. 2019. Disponível em: https://lol.gamepedia.com/International_e-Sports_Federation. Acesso em: 27 de maio de 2019

Lull, James. Media, communication, culture: a global approach. New York: Columbia University Press, 2000.

Ozanian, Mike; Settimi, Christina; Perez, Matt. 12 empresas de eSport mais valiosas do mundo. 2018. Disponível em: https://forbes.uol.com.br/listas/2018/10/12-empresas-de-esport-mais-valiosas-do-mundo/. Acesso em: 1 de junho de 2019

Pannekeet, Jurre. Newzoo: Global Esports Economy Will Reach $905.6 Million in 2018 as Brand Investment Grows by 48%. 2018. Disponível em: https://newzoo.com/insights/articles/newzoo-global-esports-economy-will-reach-905-6-million-2018-brand-investment-grows-48/. Acesso em: 25 de maio de 2019.

Pannekeet, Jurre. Newzoo: Global Esports Economy Will Top $1 Billion for the First Time in 2019. 2019. Disponível em: https://newzoo.com/insights/articles/newzoo-global-esports-economy-will-top-1-billion-for-the-first-time-in-2019/. Acesso em: 2 de junho de 2019.

Pannekeet, Jurre. Newzoo: Global Esports Economy Will Top $1 Billion for the First Time in 2019. 2019. Disponível em: https://newzoo.com/insights/articles/newzoo-global-esports-economy-will-top-1-billion-for-the-first-time-in-2019/. Acesso em: 25 de maio de 2019.

Persicheto, Renata. Universidades coreanas reservam vagas para jogadores de eSports. 2014. Disponível em: https://tecnoblog.net/153651/universidades-coreanas-vagas-para-jogadores-de-esports/. Acesso em: 27 de maio de 2019

Pezzoti, Renato. E-Sports devem alcançar 450 milhões de pessoas em 2019, diz consultoria. 2019. Disponível em: https://economia.uol.com.br/noticias/redacao/2019/01/20/esports-crescimento-mercado-campeonatos-torneios.html. Acesso em: 17 de junho de 2019

SPORTV. Só o começo: China investe R$ 1 bilhão em cidade de eSports com parque de diversão e 17 mil m². 2018. Disponível em: https://sportv.globo.com/site/e-sportv/noticia/so-o-comeco-china-investe-r-1-bilhao-em-cidade-de-esports-com-parque-de-diversao-e-17-mil-m.ghtml. Acesso em: 25 de maio de 2019.

Troyjo, Marcos Prado. Nação-Comerciante: Poder e Prosperidade no Século XXI. São Paulo: Lex S.A e ADUANEIRAS, 2008

Vilches, Lorenzo. A migração digital. São Paulo: Edições Loyola/Editora Puc-Rio, 2003.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia