ABORDAGEM FISIOTERAPÊUTICA NO LINFEDEMA DE FACE EM PÓS-OPERATÓRIO DE CÂNCER DE CABEÇA E PESCOÇO: UMA REVISÃO SISTEMÁTICA

Victor Hugo Moreira de Lima, Anderson Santiago dos Santos, Alexandre Lima Castelo Branco

Resumo


Identificar as abordagens da fisioterapia utilizadas para o tratamento do linfedema de face relacionado ao câncer de cabeça e pescoço. Foi realizada uma pesquisa bibliográfica em bases de dados eletrônicas (LILACS, MEDLINE, SCIELO, PEDro) que corresponderam aos critérios de elegibilidade como: linfedema, tratamento, neoplasias de cabeça e pescoço e fisioterapia e seu equivalente em português e inglês, conectados pelo operador booleano “AND”, sem estabelecer um período de tempo.  A partir da leitura e análise dos artigos, foi identificado um consenso que o linfedema de face é a principal complicação pós-operatória dos pacientes com cancêr de cabeça e pescoço e que a terapia física complexa é a modalidade que tem o maior apoio científico, enquanto a drenagem linfática manual é o recurso da fisioterapia mais frequentemente utilizado. A fisioterapia desempenha um importante papel na prevenção de complicações maiores e recuperação funcional, proporcionando maior independência para as atividades da vida diária e contribuindo para uma melhor qualidade de vida dos pacientes.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia